Diário O Município

WhatsApp Image 2024-05-23 at 16.08.37
D ITALIA 1200 X 300
Capa 3 - 825px X 200px - Podcast
SUNSET 1200 X 300
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Shadow

Defesa Civil segue em alerta

Nível do rio chegou a 2,78 metros no domingo. Nesta segunda o alerta é para riscos de desmoronamentos de encostas

 

O município de Jaguaruna iniciou a segunda-feira, dia 9, com chuvas intensas. O acumulado foi de 38 milímetros nas últimas 12 horas, segundo medição da estação meteorológica localizada no balneário Camacho.

O coordenador da Defesa Civil, Maicon Laureano, afirma que o Grupo de Ações Coordenadas (GRAC) continua ativo e monitora possíveis ocorrências no município.

O Rio Sangão, que corta Jaguaruna chegou ao seu máximo neste domingo, dia 8, ao atingir 2,78 metros e com a diminuição da chuva, começou a baixar e se mantém estável. “Tivemos 158 milímetros de chuvas nas últimas 72 horas, volume considerável, pois nossos rios e córregos estão saturados. A Barra do Camacho começou a ter uma boa vazão na tarde de domingo e está fazendo seu trabalho. A previsão é que o tempo comece a limpar e melhorar na tarde desta segunda-feira”, afirma o coordenador.

Ele destaca que as equipes continuam em alerta monitorando principalmente as encostas que correm risco de desmoronamento. A atenção da Defesa Civil também está concentrada na região sul do município, onde passa o Rio Urussanga.

Segundo o coordenador, a região está recebendo bastante água elevando o rio na ponte da localidade de Olho D’Água. Neste domingo, dia 8, mais de 10 caçambas de entulho com galhos e troncos de árvores foram retiradas do rio. Os materiais se acumularam próximo à ponte causando obstrução. A equipe da Defesa Civil realizou a limpeza no local.