Diário O Município

D ITALIA 1200 X 300
Capa 3 - 825px X 200px - Podcast
SUNSET 1200 X 300
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Shadow

Furtos e roubos continuam tirando o sossego de moradores do Balneário Esplanada

Jaguaruna

Não é de hoje que os veranistas e moradores do Balneário Esplanada, em Jaguaruna, sofrem com roubos e furtos em seus imóveis. É um problema crônico, que se estende por décadas e continua um grande incômodo para a população local. Uma das vítimas conta que nos últimos 40 dias teve sua casa arrombada duas vezes. Na primeira, os marginais levaram vários utensílios de cozinha, eletrodomésticos, botijão de gás. Na segunda vez, os bandidos levaram o “resto que sobrou”.

PREJUÍZOS
“Entraram na minha casa duas vezes nesses últimos dias. Arrebentaram a porta e a janela. Só ficou o colchão no chão. Levaram tudo. Um prejuízo de uns R$ 10 mil”, calcula Raimundo Marques, veranista e morador de Morro da Fumaça. “Não temos segurança, está uma vergonha, é complicado. Estamos no desespero. A gente sabe quem são os ladrões. Precisamos de mais segurança. A Polícia diz que tem que fazer BO. Mas, não adianta. Prendem os caras e entram por uma porta e saem pela outra. As pessoas da Esplanada têm que se unir e buscar mais segurança”, desabafa Marques.
O aposentado Luiz Carara conta que mora na região do centrinho da praia e lembra que os ladrões pularam uma cerca de alumínio alta para poder entrar no pátio. “Arrebentaram a janela, levaram uma TV 32 polegadas, secador de cabelo, e estragaram mais coisas dentro de casa. Como eles não conseguiram abrir a porta, resolveram tirar as coisas pela janela. O município de Jaguaruna não cuida da praia. Deveria colocar uma polícia circulando para dar uma assustada nos bandidos. Na mesma noite, furtaram três casas de uma vez”, revela o morador. “Da nossa casa eles levaram a geladeira duplex, fogão a gás novo e o botijão, micro-ondas, jarra elétrica, estragaram janela e porta. Os meus vizinhos todos foram furtados, e assim está indo, fazer o quê?”, completa Getúlio Cardozo Serafim, motorista.

Comando da PM tenta emenda para câmeras

O tenente Rafael Fernandes dos Santos, comandante do Pelotão de Polícia Militar de Jaguaruna, esteve essa semana em Brasília (DF). “Dentre outras demandas, eu solicitei emenda parlamentar para aumentar o número de câmeras no município”, revela o comandante. Santos concorda que existe um problema crônico com o quantitativo de policiais militares na cidade. “Isso é em todo o estado. Infelizmente, não conseguimos empregar uma viatura exclusiva para os Balneários de Esplanada e Torneiro, que são os mais distantes do centro”, completa o comandante.

REDUZIDO
Santos assumiu o comando da PM há dois meses e conta que está com o efetivo reduzido, além de contar com policiais afastados por problemas de saúde. “Temos apenas uma viatura para uma extensão territorial de 330 quilômetros quadrados. Hoje colocamos mais uma viatura, exclusiva para os balneários, que são 19 no total. É uma grande extensão para monitoramento, ou seja, uma faixa litorânea muito grande. Ao todo são 37 quilômetros de praia em linha reta”, comenta o tenente.
Além disso, Santos lembra que 63% das residências de Jaguaruna não são ocupadas durante o inverno. “Quando os proprietários chegam, se deparam com a residência arrombada. Com a chegada da operação veraneio, depois do 20 de dezembro, conseguimos colocar uma viatura no Camacho, uma no Campo Bom, uma na Esplanada e uma no Torneiro. Isso já ajuda bastante, porque a população aumenta de 20 mil para 200 mil”, finaliza o tenente.